Movidos pela energia do futuro

Somos a única empresa privada de geração de energia do Brasil com experiência em E&P e acesso ao gás onshore (em terra). Nosso modelo de negócio é centrado no Reservoir-to-Wire (R2W), que consiste na geração térmica integrada aos campos produtores de gás natural. Desempenhamos um papel importante na transição da matriz energética brasileira, com um combustível flexível, mais limpo, econômico e eficiente. É com essa energia que contribuímos com o desenvolvimento do país e com a transformação das regiões onde estamos presentes.
Atuamos também no Mercado Livre de Energia e Gás Natural com a Eneva Comercializadora, empresa que oferece ao mercado uma plataforma robusta de negócios. Em Geração Distribuída (GD),estabelecemos projetos piloto que vão beneficiar consumidores no Ceará e no Maranhão.
A Eneva está listada no Novo Mercado da B3 (Bolsa de Valores brasileira) desde 2007.

2,8 GW

de capacidade instalada
(78 % operacional)

8,4 milhões de m³

de gás natural/dia

11% da geração

térmica a gás do país

+50 mil km²

de área nas Bacias do Parnaíba

(MA) e Amazonas (AM)

Eneva em números

Nossa missão, visão e comportamentos têm a função de guiar as nossas ações o tempo todo e em todos os lugares. Eles caracterizam o nosso Jeito de Ser e servem como guia para os nossos próximos passos.

Missão

Ser pioneira nas novas fronteiras de energia, com confiabilidade, competitividade e responsabilidade.

Visão 2023

Atingir 4,7GW de capacidade de geração e ser a companhia brasileira de energia mais admirada por sua capacidade de inovar, seu desempenho e por suas pessoas.

Comportamentos

  • Temos coragem para assumir riscos de forma responsável.
  • Somos receptivos, construtivos e resilientes.
  • Perseguimos os mais altos padrões de desempenho.
  • Contamos uns com os outros.
  • Celebramos e reconhecemos o sucesso.

Mapa de atuação

Veja nossa atuação nas diferentes áreas descritas abaixo. Passe o mouse pelo mapa e veja os detalhes.

UTE Jaguatirica II CCGT (em construção)

  • Jaguatirica II – 132MW
    • . Tancagem de GNL
  • . Unidade de regaseificação de GNL

Bacia do Amazonas

  • 1 campo de gás natural (Azulão)
    • . 3,6 bcm de reservas certificadas
  • . Plano de desenvolvimento aprovado pela ANP

Complexo Parnaíba

  • Parnaíba I 0CGT – 675MW
      Parnaíba II CCGT – 519MW

        Parnaíba III OCGT – 178MW

          Parnaíba IV – 56MW

            Parnaíba V CCGT – 385MW

            (em construção)

              Parnaíba VI CCGT – 92MW

              (construção a partir de 2022)

Bacia do Parnaíba

  • 9 campos de gás natural
  • . 24,1 bcm de reservas certificadas
  • . 203km de rede de gasodutos
  • . Capacidade de produção de 8,4 MMm³/dia

UTE Itaqui

  • 360MW

UTE Pecém II

  • 365MW

Sede Admistrativa

  • Escritório Administrativo

Nossa história

O pioneirismo e a resiliência estão em nosso DNA. Ao longo da nossa história superamos desafios e nos tornamos umas das mais importantes empresas de energia do país.

  • 2007 – 2009

    • 2007 - Contratado 1,1 GW no Leilão A-5;
    • 2007 - Estreia na Bolsa de Valores (IPO) de R$ 2 bi;
    • 2009 - Aquisição de participação em 7 blocos exploratórios na Bacia do Parnaíba;
    • 2009 - Início da campanha de exploração.
  • 2010 – 2012

    • 2010 - Início da campanha de perfuração;
    • 2010 - Primeira descoberta de gás natural na Bacia do Parnaíba (MA);
    • 2011 - Inauguração da usina solar fotovoltaica de Tauá (Ceará), a primeira a gerar energia em escala comercial no Brasil;
    • 2012 – Gavião Real é o primeiro campo a fornecer gás natural para as usinas do Complexo Parnaíba (MA).
  • 2013

    • 2013 - Primeira produção comercial de gás natural na Bacia do Parnaíba (MA);
    • 2013 – Inauguração do Complexo Parnaíba (MA);
    • 2013 – Início da operação comercial das usinas Itaqui (MA), Parnaíbas I, III e IV (Complexo Parnaíba/MA) e Pecém II (CE).
  • 2014 – 2015

    • 2014 - Apresentação de Recuperação Judicial;
    • 2015 - Aquisição de sete blocos exploratórios (13ª rodada da ANP);
    • 2015 - Declaração comercial de quatro novos campos na Bacia do Parnaíba.
  • 2016

    • 2016 - Finalização com sucesso da recuperação judicial;
    • 2016 – Início da operação comercial da usina Parnaíba II (Complexo Parnaíba/MA) ;
    • 2016 - Alcance de 8,4 milhões de m³ de gás natural produzidos por dia no Complexo Parnaíba;
    • 2016 - Fusão entre Eneva e PGN cria a primeira companhia integrada de geração de energia do Brasil.
  • 2017 – 2018

    • 2017 – Aquisição de cinco blocos na Bacia do Parnaíba (MA) - 14ª rodada da ANP;
    • 2017 - Realização do Re-IPO de R$ 0,9 bi;
    • 2017 - Aquisição do campo de Azulão (AM);
    • 2018 - Projeto Parnaíba V (fechamento de ciclo da usina Parnaíba I) vence leilão de energia A-6 da ANEEL.
  • 2019

    • 2019 – Projeto integrado Azulão-Jaguatirica II vence leilão do sistema isolado de Roraima;
    • 2019 – Projeto Parnaíba VI (fechamento de ciclo da usina Parnaíba III) vence leilão de energia A-6 realizado pela ANEEL;
    • 2019 – Aquisição de seis blocos na Bacia do Parnaíba (primeiro ciclo da Oferta Permanente da ANP).

Conheça a Eneva em nosso vídeo institucional