Uma nova energia transformando o Brasil

Somos uma das maiores operadoras integradas de energia e atuamos da exploração e produção (E&P) do gás natural até o fornecimento de soluções em energia.
A companhia possui ativos de E&P nos estados do Amazonas e Maranhão. Atualmente, opera 11 campos de gás natural nas Bacias do Parnaíba (MA) e Amazonas (AM). Adicionalmente, possui nestas regiões uma área total sob concessão superior a 60 mil km².

Com um parque de geração termelétrica com 3,7 GW de capacidade instalada (incluindo o Futura I, em construção), a Eneva produz energia segura e competitiva para o sistema elétrico brasileiro. Seus ativos de geração estão localizados nos estados do Maranhão (Complexo Parnaíba e Itaqui), Ceará (Pecém II) e Roraima (Jaguatirica II). Em renováveis, a Eneva passa a contar com dois ativos operacionais e um pipeline de geração centralizada e distribuída, localizados nos estados de Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul.

Atuamos também no Mercado Livre de Energia e Gás Natural oferecendo ao mercado uma plataforma robusta de negócios. Em Geração Distribuída (GD), estabelecemos projetos piloto que vão beneficiar consumidores no Ceará e no Maranhão.
A Eneva está listada no Novo Mercado da B3 (Bolsa de Valores brasileira) desde 2007.

3,7 GW

de capacidade instalada contratada

9 milhões de m³

de gás natural/dia

6% da geração

térmica a gás do país

+60 mil km²

de área nas Bacias do Parnaíba (MA),

Amazonas (AM), Solimões (AM)

e Paraná (MS/GO)

Eneva em números

Nossa missão, visão e comportamentos têm a função de guiar as nossas ações o tempo todo e em todos os lugares. Eles caracterizam o nosso Jeito de Ser e servem como guia para os nossos próximos passos.

Missão

Liderar uma transição justa e inclusiva com energia que gera valor.

Visão 2030

Ser a empresa integrada de energia líder em geração de valor.

Comportamentos

  • Temos coragem para assumir risco de forma responsável.
  • Somos receptivos, construtivos e resilientes.
  • Confiamos uns nos outros.
  • Perseguimos os mais altos padrões de desempenho.
  • Celebramos e reconhecemos o sucesso.

Mapa de atuação

Veja nossa atuação nas diferentes áreas descritas abaixo. Passe o mouse pelo mapa e veja os detalhes.

UTE Jaguatirica II CCGT

  • Jaguatirica II – 132MW
    • . Tancagem de GNL
  • . Unidade de regaseificação de GNL

Bacia do Amazonas

  • 1 campo de gás natural (Azulão)
    • . 6,3 bcm de reservas certificadas
  • . Blocos no entorno do Azulão: 5,84 bcm de recursos contingentes (P50) de gás certificados

Complexo Parnaíba

  • Parnaíba I 0CGT – 675MWParnaíba II CCGT – 519MWParnaíba III OCGT – 178MWParnaíba IV – 56MWParnaíba V CCGT – 385MW (em construção)

    Parnaíba VI CCGT – 92MW (construção a partir de 2022)

Bacia do Parnaíba

  • 10 campos de gás natural
  • . 25,2 bcm de reservas certificadas
  • . 203km de rede de gasodutos
  • . Capacidade de produção de 8,4 MMm³/dia

UTE Itaqui

  • 360MW

UTE Pecém II

  • 365MW

RIO DE JANEIRO

  • Escritório Administrativo

Juazeiro - BA

UFV Futura I
Capacidade instalada: 671 MW
Garantia física: 231 MW médios
Fonte: solar
Status: Pré-Obra

UFV Futura II
Capacidade instalada: 701,5 MWGarantia física: 240 MW médios
Fonte: solar
Status: Pré-Obra

São Francisco do Gloria - MG

CGH Cachoeira do Espírito Santo
Capacidade instalada: 1,68 MW
Garantia física: 1 MW médios
Fonte: hídrica.
Status: Pré-Obra

Santa Tereza - RS

UHE MUÇUM I
Capacidade instalada: 44 MW
Garantia física: 22,81 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

PCH MUÇUM II
Capacidade instalada: 30 MW
Garantia física: 16,7 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

Barbacena - MG

CGH VILA BARBACENA
Capacidade instalada: 1,5 MW
Garantia física: 0,75 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

CGH VERTENTES
Capacidade instalada: 1 MW
Garantia física: 0,5 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

Carmo do Rio Claro - MG

CGH SERRA DA TORMENTA
Capacidade instalada: 0,75 MW
Garantia física: 0,38 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

Camanducaia - MG

CGH CAMANDUCAIA
Capacidade Instalada: 2,6MW
Garantia Física: 1,4MW médio
Fonte: hídrica
Status: Operando

CGH JAGUARY
Capacidade instalada: 0,15 MW
Garantia física: 0,1 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

Camanducaia - MG

UFV CAMANDUCAIA
Capacidade instalada: 1 MW
Garantia física: 0,22 MW médios
Fonte: solar
Status: Em Desenvolvimento

Barbacena - MG

CGH LAVRAS
Capacidade Instalada: 1,2MW
Garantia Física: 0,76MW médio

Fonte: hídrica
Status: Operando

CGH ILHÉUS
Capacidade Instalada: 2.56MW
Garantia Física: 2,06MW médio
Queda Líquida: 37m
Status: Operando

Imigrante - RS

CGH DALTRO FILHO
Capacidade instalada: 0,35 MW
Garantia física: 0,15 MW médios
Fonte: hídrica
Status: Em Desenvolvimento

Juazeiro - BA

UFV Futura III
Capacidade instalada: 1620 MW
Garantia Física: 520,26 MW
Fonte: solar
Status: Em Desenvolvimento

SÃO PAULO

  • Escritório Administrativo

TAUÁ

  • Primeira usina solar em escala comercial no Brasil
    • . 1 MW de capacidade instalada

BACIA DO PARANÁ

  • 4 blocos exploratórios (70% Eneva + 30% Enauta)
    • . 11.544 km² de área total

Bacia do Solimões

  • 20.85 bcm
    • Recursos contingentes (2C)

Nossa história

O pioneirismo e a resiliência estão em nosso DNA. Ao longo da nossa história superamos desafios e nos tornamos umas das mais importantes empresas de energia do país.

  • 2007 – 2009

    • 2007 - Contratado 1,1 GW no Leilão A-5;
    • 2007 - Estreia na Bolsa de Valores (IPO) de R$ 2 bi;
    • 2009 - Aquisição de participação em 7 blocos exploratórios na Bacia do Parnaíba;
    • 2009 - Início da campanha de exploração.
  • 2010 – 2012

    • 2010 - Início da campanha de perfuração;
    • 2010 - Primeira descoberta de gás natural na Bacia do Parnaíba (MA);
    • 2011 - Inauguração da usina solar fotovoltaica de Tauá (Ceará), a primeira a gerar energia em escala comercial no Brasil;
    • 2012 – Gavião Real é o primeiro campo a fornecer gás natural para as usinas do Complexo Parnaíba (MA).
  • 2013

    • 2013 - Primeira produção comercial de gás natural na Bacia do Parnaíba (MA);
    • 2013 – Inauguração do Complexo Parnaíba (MA);
    • 2013 – Início da operação comercial das usinas Itaqui (MA), Parnaíbas I, III e IV (Complexo Parnaíba/MA) e Pecém II (CE).
  • 2014 – 2015

    • 2014 - Apresentação de Recuperação Judicial;
    • 2015 - Aquisição de sete blocos exploratórios (13ª rodada da ANP);
    • 2015 - Declaração comercial de quatro novos campos na Bacia do Parnaíba.
  • 2016

    • 2016 - Finalização com sucesso da recuperação judicial;
    • 2016 – Início da operação comercial da usina Parnaíba II (Complexo Parnaíba/MA) ;
    • 2016 - Alcance de 8,4 milhões de m³ de gás natural produzidos por dia no Complexo Parnaíba;
    • 2016 - Fusão entre Eneva e PGN cria a primeira companhia integrada de geração de energia do Brasil.
  • 2017 – 2018

    • 2017 – Aquisição de cinco blocos na Bacia do Parnaíba (MA) - 14ª rodada da ANP;
    • 2017 - Realização do Re-IPO de R$ 0,9 bi;
    • 2017 - Aquisição do campo de Azulão (AM);
    • 2018 - Projeto Parnaíba V (fechamento de ciclo da usina Parnaíba I) vence leilão de energia A-6 da ANEEL.
  • 2019

    • 2019 – Projeto integrado Azulão-Jaguatirica II vence leilão do sistema isolado de Roraima;
    • 2019 – Projeto Parnaíba VI (fechamento de ciclo da usina Parnaíba III) vence leilão de energia A-6 realizado pela ANEEL;
    • 2019 – Aquisição de seis blocos na Bacia do Parnaíba (primeiro ciclo da Oferta Permanente da ANP).
  • 2020

    • 2020 - Aquisição de 7 blocos exploratórios nas bacias terrestres do Amazonas e Paraná, e o campo de Juruá, na Bacia do Solimões;
    • 2020 - Celebrado contrato de financiamento junto ao BASA, no valor de R$ 1,0 bi, e junto ao China Bank, no valor de R$ 90 milhões;
    • 2020 - Conclusões da 4ª e 5ª emissões de debêntures.

Uma nova energia para transformar o Brasil